• R. Adelaide Zangrande, 141
  • Jardinópolis, SP - Brasil

Casos de dengue na Baixada Santista sobem para 784; Itanhaém lidera o ranking

O número de casos confirmados de dengue na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, subiu para 784 em junho. Até maio, as cidades registravam 337 confirmações da doença – o que equivale a quase 133% de aumento de um mês para o outro. Os dados foram levantados pelo G1 junto às secretarias de saúde dos municípios nesta sexta-feira (5).

Itanhaém se mantém como a cidade com o maior número de casos confirmados de dengue. Até maio, foram registrados 150 casos e, em junho, o número saltou para 416.

O segundo município com o maior número de casos na Baixada Santista é Praia Grande, que soma 125 confirmações da doença. Em terceiro lugar está Santos, com 113 casos confirmados de dengue.

Já no Vale do Ribeira, as cidades de Apiaí, Itariri e Ilha Comprida registram nove casos confirmados de dengue. Os demais municípios não informaram os dados até a última atualização desta reportagem.

Em todas as cidades da região, os casos de chikungunya e zika têm menor proporção. Santos registra três casos confirmados de chikungunya e Itanhaém, um caso. Em relação ao zika vírus, há três registros confirmados em Itanhaém, um em Santos e outro em Guarujá.

Além dessas três doenças, que são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, a preocupação de especialistas é que o vírus mayaro, transmitido pelo Haemagogus janthinomys, possa se adaptar ao meio urbano e passar a ser transmitido também pelo Aedes Aegypti.

Para prevenir o aparecimento dessas doenças, o primeiro passo é atuar no combate ao mosquito. É preciso eliminar tudo que pode acumular água; vedar as caixas d’água e recipientes que guardam a água; e cuidar dos potenciais criadouros que não podem ser eliminados.

Ranking dos municípios
Casos confirmados de dengue

1º Itanhaém – 416 casos
2º Praia Grande – 125 casos
3º Santos – 113 casos
4º Guarujá – 73 casos
5º São Vicente – 16 casos
6º Peruíbe – 14 casos
7º Mongaguá – 9 casos
8º Cubatão – 6 casos
Número de casos até junho

Baixada Santista
Bertioga

Dengue: 12 casos confirmados e 37 em investigação.

Chikungunya: Quatro casos em investigação.

Zika: Um caso em investigação.

Total de casos em 2018: Oito casos confirmados de dengue e um de chikungunya.

Guarujá

Dengue: 73 casos confirmados.

Chikungunya: Nenhum caso confirmado e nove suspeitos.

Zika: Um caso confirmado.

Total de casos em 2018: 40 casos confirmados de dengue, dois de chikungunya e um de zika.

Santos

Dengue: 113 casos confirmados.

Chikungunya: Três casos confirmados.

Zika: Um caso confirmado.

Mesmo período do ano passado: 28 casos confirmados de dengue e seis de chikungunya.

São Vicente

Dengue: 16 casos confirmados.

Chikungunya: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Zika: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Mesmo período do ano passado: 15 casos confirmados de dengue.

Cubatão

Dengue: Seis casos confirmados, 14 inconclusivos, 31 descartados e 69 em investigação.

Chikungunya: 10 casos em investigação e um descartado.

Zika: Dois casos descartados, um inconclusivo e dois em investigação.

Mesmo período do ano passado: Quatro casos confirmados de dengue, dois confirmados de chikungunya e nenhum de zika.

Praia Grande

Dengue: 125 casos confirmados e cinco suspeitos.

Zika e chikungunya: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Mesmo período do ano passado: Seis casos confirmados de dengue e nenhum registro das demais doenças.

Mongaguá

Dengue: Nove casos confirmados de dengue e 429 notificações.

Chikungunya: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Zika: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Mesmo período do ano passado: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Itanhaém

Dengue: 416 casos confirmados.

Chikungunya: Um caso confirmado.

Zika: Três casos confirmados.

Total de casos em 2018: Cinco casos confirmados de dengue e um de zika.

Peruíbe

Dengue: 14 casos confirmados, 18 descartados e 379 notificados.

Chikungunya: Sete casos em investigação e um descartado.

Zika: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Vale do Ribeira
Apiaí

Dengue: Dois casos confirmados.

Zika e chikungunya: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

Total de casos em 2018: Nenhum registro das três doenças.

Itariri

Dengue, zika e chikungunya: Oito casos suspeitos, nenhum confirmado e dois descartados.

Total de casos em 2018: 12 casos suspeitos de dengue e três confirmados. Nenhum caso confirmado ou suspeito de zika e chikungunya.

Ilha Comprida

Dengue: 26 casos suspeitos, sete confirmados e cinco descartados.

Zika e chikungunya: Nenhum caso confirmado ou suspeito.

As demais cidades do Vale do Ribeira não informaram os dados até a última atualização desta reportagem.

Fonte: g1.globo.com